A volta dos Festivais Internúcleos em 2017: parceiros dos Núcleos Paraná ajudam a viabilizar eventos que reúnem crianças e adolescentes de 14 cidades diferentes

Festivais Internúcleos promovem interação e muito minivôlei para crianças e adolescentes do projeto Vôlei em Rede no Paraná.
Festivais Internúcleos promovem interação e muito minivôlei para crianças e adolescentes do projeto Vôlei em Rede no Paraná.

O ano de 2017 foi muito especial e marcante para os Núcleos Paraná do projeto Vôlei em Rede. Isso porque, além da realização da grande festa comemorativa aos seus 20 anos no Estado, foi possível concretizar os tão esperados Festivais Internúcleos para as crianças e adolescentes que frequentam as aulas de minivôlei em 14 cidades diferentes. A última vez que esses eventos aconteceram foi em 2012, e só foram retomados agora devido ao suporte fundamental dos seguintes parceiros: Governo do Paraná, por meio das Secretarias da Educação e do Esporte e do Turismo; e, via Lei Federal de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte, Unilever, Klabin e com o apoio da Sanepar.

Foram cerca de 16 viagens de ônibus viabilizadas por meio da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte para transportar a garotada de um núcleo ao outro para os encontros que envolveram mais de 1.700 participantes ao todo, entre alunos, comunidade escolar e convidados. A característica principal destes festivais é reunir as crianças e adolescentes para a troca de experiências do esporte, a formação de novas amizades e a prática de valores ensinados na Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol com o intuito de contribuir para a formação de cidadãos de bem. “Este tipo de evento é necessário para que nossos alunos possam conhecer outros núcleos, outras realidades, mas sabendo que o projeto mantém a mesma metodologia em qualquer lugar que for”, disse a professora do Núcleo Guarapuava, Valdinéia Lemos.

Oficinas educativas sobre diversos assuntos também fazem parte dos eventos realizados.
Oficinas educativas sobre diversos assuntos também fazem parte dos eventos realizados.

Além dos jogos de minivôlei, muitos núcleos organizaram oficinas educativas, entre elas de alimentação saudável, saúde corporal, atividades circenses e traçado indígena. “Achei muito legal, fiz amizades com os alunos do Núcleo Londrina, joguei muito e achei eles muito divertidos. Todos foram muito gentis, não vejo a hora de nos reencontrarmos”, contou a aluna Julia Fernanda Misael, 13 anos, da categoria Mini 4×4, do Núcleo Ribeirão do Pinhal após Internúcleos realizado no dia 21 de outubro. Em especial, nos festivais nas cidades de Ortigueira e Telêmaco Borba, onde há fábricas da parceira Klabin, foram enviados profissionais da empresa para falar com a garotada sobre sustentabilidade florestal, reciclagem de papel e uso da matéria prima madeira.

Encontro entre alunos de diferentes núcleos proporciona novas amizades para a garotada.
Encontro entre alunos de diferentes núcleos proporciona novas amizades para a garotada.

De acordo com o coordenador pedagógico dos Núcleos Paraná, Josmar Coelho, e a coordenadora dos núcleos do interior do estado, Tatiana Ribas, a volta dos Festivais Internúcleos motivou ainda mais os professores de educação física que trabalham no projeto Vôlei em Rede. Para ambos foi visível a mobilização e expectativa dos profissionais para estes encontros e o envolvimento da comunidade escolar, inclusive da direção das escolas estaduais. A mãe de um aluno do Núcleo Campo Largo vivenciou isso: “acompanhei o evento durante todo o dia e auxiliei nas ações percebendo a importância do envolvimento de toda comunidade escolar para o sucesso da realização do festival, no qual quem mais ganhou foram nossos filhos. Outro ponto importante que observei foi a integração dos alunos de núcleos diferentes, que contribui para o desenvolvimento dos nossos filhos enquanto cidadãos”.

Confira como foram muitos destes eventos:

– 25/11 Internúcleos entre Toledo (anfitrião) e Cascavel; Maringá (anfitrião) e Cianorte

– 18/11 Internúcleos entre Londrina (anfitrião), Cornélio Procópio e Ribeirão do Pinhal

– 11/11 Internúcleos entre Ortigueira (anfitrião) e Telêmaco Borba

– 10/11 Internúcleos entre Francisco Beltrão (anfitrião) e Pato Branco

– 28/10 Internúcleos entre Cianorte (anfitrião) e Maringá

– 21/10 Internúcleos entre Ribeirão do Pinhal (anfitrião) e Londrina

– 15/09 Internúcleos entre Telêmaco Borba (anfitrião) e Ortigueira

– 23/09 Internúcleos entre Cascavel (anfitrião) e Toledo; Campo largo (anfitrião) e Ponta Grossa

– 27/09 Internúcleos entre Pato Branco (anfitrião) e Francisco Beltrão

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.